Cris Plage Hotel

Blog

Dicas e novidades para curtir a Ilha da Magia.

Loucos por trekking: trilhas imperdíveis para fazer na região leste de Floripa Parte 1

publicado em: 15 Out 15

Screen Shot 2015-11-16 at 5.32.40 PM

Floripa é conhecida por suas dezenas de praias de águas verdes e de areia branca, propícias para curtir durante um feriado ou nas férias. Entre dunas e morros, esse paraíso ainda reserva suas surpresas: infinitas trilhas que levam a refúgios quase intocados e visuais deslumbrantes. Hoje apresentamos alguns dos principais caminhos para você sentir Floripa de um jeito diferente em sua próxima visita:

Trilha da Ponta do Gravatá:

Entre as badaladas Praia Mole e Praia da Joaquina, a pequena faixa de areia banhada com águas esverdeadas abriga um paraíso. O refúgio do Gravatá, que ganhou esse nome por causa da planta que se encontra espalhada pelo local, é um paraíso acessível por uma trilha de aproximadamente 30 minutos, cercada por vegetação nativa, pássaros e lagartos.

Screen Shot 2015-11-16 at 5.32.40 PM

Foto: Instagram @brunadibs2

Ao longo do caminho existem alguns trechos bifurcados, levando a mirantes onde se pode avistar a Praia Mole, a Praia da Joaquina e quase uma perspectiva de 360º de toda a Lagoa da Conceição.

A praia, procurada por surfistas, grupos de nativos e turistas aventureiros não possui nenhuma infraestrutura. Seu acesso é por meio da rampa de concreto em frente à escola Parapente Sul, sendo considerada trilha de nível fácil. Mesmo assim, recomenda-se usar tênis e levar alguns suprimentos para passar o dia.

Screen Shot 2015-11-16 at 5.56.03 PM

  • Nível de dificuldade: leve
  • Duração: 30 minutos
  • Guia: desnecessário
  • Estrutura no local: nenhuma
  • Recomendações: fazer em dias de sol ou nublados, com tênis, protetor solar, comida e água.

Trilha da Barra da Lagoa até a Galheta:

A Galheta também é um dos recantos naturais intocados de Florianópolis. A praia de ondas fortes e areias fofas é um dos lugares onde se é permitido ficar nu e desfrutar a natureza. É acessível pelas duas pontas: da Praia Mole (numa caminhada de menos de 10 minutos) e da Barra da Lagoa (numa trilha de 90 minutos com visuais deslumbrantes).

Screen Shot 2015-11-16 at 5.58.08 PM

Foto: Instagram @jaquepvicenteFloripa é conhecida por suas dezenas de praias de águas verdes e de areia branca, propícias para curtir durante um feriado ou nas férias. Entre dunas e morros, esse paraíso ainda reserva suas surpresas: infinitas trilhas que levam a refúgios quase intocados e visuais deslumbrantes. Hoje apresentamos alguns dos principais caminhos para você sentir Floripa de um jeito diferente em sua próxima visita:

Trilha da Ponta do Gravatá:

Entre as badaladas Praia Mole e Praia da Joaquina, a pequena faixa de areia banhada com águas esverdeadas abriga um paraíso. O refúgio do Gravatá, que ganhou esse nome por causa da planta que se encontra espalhada pelo local, é um paraíso acessível por uma trilha de aproximadamente 30 minutos, cercada por vegetação nativa, pássaros e lagartos.

 

De dificuldade moderada, a trilha inicia-se por entre as casas da Barra de Lagoa (do outro lado da ponte que cruza o canal). Depois de subir entre a mata fechada e a vegetação de gravatás e cactos, você poderá avistar toda a região leste de Floripa, incluindo a Ilha do Campeche.

Com mais um pouco de caminhada, você chegará ao ponto Pico da Bandeira. No topo, você desvendará o caminho que deve fazer até a Galheta.

Screen Shot 2015-11-16 at 5.59.39 PM

Foto: Instagram @daayccarvalho

A praia não tem estrutura, apenas uma fonte de água doce bem no meio. Seguindo em frente, depois de passar por algumas pedras, você estará na Praia Mole.\

Screen Shot 2015-11-16 at 6.00.31 PM

  • Nível de dificuldade: moderado
  • Duração: 90 minutos
  • Guia: desnecessário
  • Estrutura no local: nenhuma
  • Recomendações: fazer em dias de sol ou nublados, com tênis, protetor solar, comida e água, embora haja uma fonte de água doce no meio da praia.

Trilha da Costa da Lagoa:

Do outro lado da Lagoa da Conceição, ao fim do Canto dos Araçás, há um belo caminho (inacessível para carros), percorrido por moradores da região isolada, nativos e turistas.

A trilha bem desenhada margeia a Lagoa e é considerada de nível fácil, mas não menos encantadora. Em 2 horas de caminhada, você pode chegar ao acesso da pequena cachoeira que forma um refrescante poço. Você pode se entreter com as lojinhas com artesanatos locais, quiosques e restaurantes de frutos do mar na beira d’água, bem como curtir um dia de pulos na Lagoa.

Screen Shot 2015-11-16 at 6.01.24 PM

Foto: Instagram @matheus1645

Screen Shot 2015-11-16 at 6.02.55 PM

Foto: Instagram @blog.rubiaolivo

Você poderá voltar pelo mesmo caminho de ida ou tomar um barco (valor de R$ 7,50) que passa de hora em hora nos pontos demarcados.

Screen Shot 2015-11-16 at 6.04.04 PM

  • free robux no verification 2017 400;”>Nível de dificuldade: leve
  • Duração: 2 horas
  • Guia: desnecessário
  • Estrutura no local: lojas, restaurantes, quiosques e barcos para a volta.

Recomendações: fazer com tênis e protetor solar. Crianças também podem participar.

comentários

Por: Cris Hotel